terça-feira, 10 de março de 2009

O MST segundo a imprensa


Observem as manchetes abaixo:

Globo: Justiça bloqueia os bens de grupo que representa MST

Estadão: Sem-terra fazem invasões e depredações em 8 Estados

Brasil de Fato: MST ocupa fazenda de Dantas, já flagrada com escravos

As duas primeiras manchetes se referem a dois jornais da chamada “grande imprensa”, historicamente ligados a grupos conservadores da elite brasileira. Já a terceira chamada é de uma agência de notícias em que figuram alguns nomes da esquerda nacional.

Os movimentos sociais, em particular o MST, são tratados de maneira muito distintas por essas duas vertentes da imprensa brasileira. Uns são acusados de criminalizar as entidades populares, os outros de acobertá-los. O viés ideológico é latente na construção do discurso de ambos. Se para a grande imprensa, “sem-terra matam friamente seguranças”. Para a esquerda, “sem-terra matam jagunços em legítima defesa”.

A reforma agrária precisa de um debate lúcido sem coloração política. O avanço do agronegócio em detrimento do cultivo da lavoura no Brasil é uma situação grave, assim como o acirramento dos ânimos no campo. Outra questão que precisa ser explicada é a suspeita de fraude em relação ao repasse de verbas para entidades ligadas ao MST. Não se pode esquecer também da ação do governo gaúcho contra as escolas que o movimento mantém nos acampamentos.

É inegável que a mídia conservadora quer demonizar os integrantes do MST, dando-lhes a alcunha de arruaceiros e vagabundos. Um exemplo disso são as duas capas da revista Veja exibidas acima que mostram como a imprensa há muito tempo vem construindo um retrato negativo da organização junto à sociedade. Mas, ao contrário do que alguns formadores de opinião esbravejam por aí, o MST não é as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

2 comentários:

Arismar disse...

Os veículos de informação sempre estarão a serviço daqueles que detem o seu domínio,no caso da elite, a informação confunde-se com manipulação.

Arismar disse...

Pra ñ ficar subentendido, a expressão certa é: " no caso da elite, a informação é sinônimo de manipulação."