quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Jornalismo popular ou grotesco?

Que linguagem é esta utilizada nas manchetes deste jornal? Será uma homenagem ao extinto Notícias Populares? Agora, eu pergunto, a sociedade precisa desse tipo de jornalismo?

6 comentários:

rattleheadbrasil disse...

Putz, bem enfatizada, linguagem ridícula e pobre. E tem gente que ainda compra este lixo.

Lobinho disse...

Quando o Michel Jackson morreu tinha escrito na capa "era preto, ficou banco e virou cinza"...

vanderleia costa disse...

Sinceramente,existe muita gente que consome esse tipo de jornalismo por ser de uma linguagem muito próxima a deles.Maior parte deste público são os excluídos e marginalizados,que não se dão conta da ignorância em que vivem e irão continuar nela lend esse tipo de jornal.

Maria Fernanda Portolani disse...

Vanderleia,
Concordo com vc quando diz que não se dão conta da ignorância em que vivem...entretanto, isso também é um preconceito nosso. Acirra a diferença de classes, com certeza se nossos produtos culturais e jornalísticos fossem efetivamente o que eles deveriam se prestar a ser, teríamos um outro tipo de sociedade. As pessoas só assistem o que assistem, leêm o que leêm e escutam o que escutam porque lhes é praticamente empurado. Engano pensar que é opção nossa, a opção é do que está por trás de tudo isso, a manutenção da sociedade tal como ela é, porque assim, é confortável...lamentável esse jornal, mais um circo...

vanderleia costa disse...

Maria,concordo com você, a mídia é utilizada como veículo de manipulação ás grandes massas excluídas,para permanecerem acomodadas em seu estado.Porém,cabe a todo cidadão interpretar as intenções e decidir o que deve asssistir.Ou seja a responsabilidade de toda esta banalização cabe a todos.

joão victor borges disse...

quanta ignorância...
por 'jornais' como esse que hoje em dia qualquer um está livre para se dizer jornalista. ¬¬

http://anpulheta.blogspot.com