quinta-feira, 20 de novembro de 2008

De que consciência estamos falando?

Vinte de Novembro, Dia da Consciência Negra, uma data simbólica para os afro-brasileiros que foram oprimidos durante séculos e ainda hoje sofrem com o preconceito racial e as desigualdades sociais. É o momento de celebrar a memória de Zumbi dos Palmares, líder quilombola morto brutalmente em 1695.
Apesar de todo o significado, observa-se que a cobertura sobre o Dia da Consciência Negra é burocrática, mostrando atos e eventos pontuais. Na realidade, fica a impressão que se trata de mais um feriado daqueles que ninguém sabe por que existe. É preciso dedicar um espaço maior na mídia para a data, resgatando a história e a cultura africana.
Aproveitando o "gancho", os meios de comunicação poderiam promover uma campanha anti-racista no país, repudiando toda e qualquer forma de preconceito. Além disso, é oportuno comentar sobre o fosso social que ainda divide brancos e negros no que se refere ao acesso à educação, saúde, emprego e renda. Essas informações contribuiriam muito para justificar a data como um dia de luta e resistência e, não somente como mais um feriado para ir à praia.
*
Leia mais sobre o negro na mídia:

Um comentário:

wellington_dourado disse...

É a mais pura verdade, e o pior do q adianta um feriado q priveligiar todos se aqueles q devem está comemando nem sempre são comtemplado com o tal...Realmente esse foi mais um feriado na qual as pessoa msm sabendo q ser tratar de um dia voltado p/ os negros cada um foi ms é curti a sua praia ou melhro sua folguinha!!!