sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Lula e o respeito mundial



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se consolidou como um dos principais líderes do mundo em 2009. Esta semana, ele foi escolhido o "homem do ano" pelo jornal francês Le Monde. Segundo a publicação, Lula representa o renascimento de um gigante.

O jornal francês lembra que Lula foi o primeiro presidente da América Latina recebido por Barack Obama na Casa Branca. O veículo ainda ressalta que o Brasil é considerado o líder do G20, além de aspirante a uma cadeira permanente no Conselho de Segurança da ONU e primeiro sócio comercial da China.

Lula já tinha sido escolhido personagem do ano pelo jornal espanhol El País e qualificado em artigo escrito feito pelo líder do governo da Espanha, José Luis Rodríguez Zapatero, como "homem honesto, íntegro, voluntarioso e admirável". Ele ainda aponta que "Lula está sabendo, sobretudo, enfrentar, com determinação e eficácia, os desafios da desigualdade, da pobreza e da violência, que tanto lastreou a história recente do país".

Em Copenhague, durante a Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, Lula se destacou ao cobrar mais compromisso dos países mais ricos com as metas de redução de gases. O presidente brasileiro também teve papel fundamental na conquista do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Se a imprensa estrangeira exalta a liderança do presidente brasileiro, os articulistas tupiniquins relativizam seu peso político, afirmando que não passa de uma pretensão megalomaníaca do ex-sindicalista. No entanto, se Lula não é o “cara” que apregoam por aí, também não pode ser subestimado. Com a popularidade nas alturas e o prestígio internacional alcançado, o petista já escreveu seu nome na história mundial, queiram ou não.

4 comentários:

Ygor disse...

tenho clara impressão de q estamos vendo a História sendo escrita.

Cristiano disse...

Nunca antes na história desse país tivemos tanta afirmação e independência nacional.

Blogueira disse...

Lula é um presidente reconhecido mundialmente, mas tinha de ter feito mais pelo nosso país.

Nádia Carla disse...

Realmente os três comentários acima conseguem fazer uma excelente descrição do nosso presidente!